Condromalacia Patelar – Treinar ajuda ou piora?

Condromalacia Patelar é um desgaste na cartilagem do joelho, numa região chamada condilo femoral, que acaba ocasionando dor e inflamação no local. Ela é mais comum em mulheres e é dividida basicamente em quatro níveis, de acordo com a gravidade do comprometimento da patela. Neste artigo vamos falar um pouco mais sobre Condromalacia Patelar, suas causas e de que forma o treino pode afetar esse problema.

condromalacia-patelar-treinar-ajuda-ou-piora

Saiba mais sobre Condromalacia Patelar

Não há consenso sobre as possíveis causas da Condromalacia Patelar, mas os médicos acreditam que certas atitudes, como estresse repetitivo das articulações do joelho (quando se pratica esportes de impacto e alto impacto, como as atividades de corridas ou saltos, por exemplo), podem favorecer o seu aparecimento. Também pode estar relacionado a uma condição muscular fraca na região do joelho e quadril, ou a um trauma no local, como uma fratura ou deslocação causada por queda, algum tipo de impacto ou torção.

condromalacia-patelar-treinar-ajuda-ou-piora

Outros fatores incluem falta de alongamento, exercícios feitos de forma inadequada, sobrepeso ou obesidade, hiperpressão patelar, artrose e uso constante de saltos. Independentemente da causa ou o grau da Condromalacia Patelar, gênero ou idade, o paciente pode sentir dores constantes, ao fazer alguns movimentos, ou apenas ter crises agudas de muita dor.

Para prevenir e ajudar no tratamento para Condromalacia Patelar é preciso:
– Treinar técnicas de movimentos: principalmente se seu esporte for baseado em atividades de alto ou médio impacto como no caso das corridas e saltos, aprimorar as técnicas de ambos os movimentos é fundamental para um joelho saudável;
– Alongar: alongamentos evitam encurtamentos musculares e melhoram o equilíbrio muscular;
– Fazer exercícios para o fortalecimento: se você é daqueles que fogem do treino de pernas mas adora jogar futebol de fim de semana, saiba que você está no grupo de risco. Fortalecer a musculatura das pernas, diminuí a pressão do joelho e aumenta a resposta muscular;
– Praticar exercícios funcionais: são ótimos para promover o equilíbrio muscular, criar melhor percepção do movimento e fortalecer as articulações.

condromalacia-patelar-treinar-ajuda-ou-piora

Para iniciar o tratamento, é imprescindível primeiramente consultar seu médico. Ele diagnosticará o nível da síndrome e lhe orientará. Treinar é importante e deve fazer parte do seu tratamento.

Algumas dicas para lhe ajudar na recuperação:
– Evite movimentos cíclicos e de impacto sobre os joelhos (corridas, aulas de jump, bike indoor) muitas vezes proibidos pelo médico no começo do tratamento. O ideal e mais indicado são atividades aquáticas;
– Perda de peso é indicada para quem estiver acima do peso, para evitar sobrecarga no joelho;
– Trabalho de força e hipertrofia de quadríceps: ideais são os exercícios isométricos (sem movimento articular), ou com baixo movimento articular, porém deve-se saber em que grau encontra-se a lesão;
– Exercícios como o agachamento, devem ser feitos devagar e com total controle e atenção ao movimento;
– Pilates e exercícios proprioceptivos são indicados, mas lembre-se de informar o professor do seu problema.

condromalacia-patelar-treinar-ajuda-ou-piora

Fica claro que o tratamento para Condromalacia Patelar é o treino. Se o grau da lesão evoluir, o tratamento passar a ser cirúrgico e a dor de cabeça só aumenta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *